Arquivo de Janeiro, 2011

O controle discursivo que toma forma e circula nas práticas jornalísticas

O presente projeto de pesquisa pretende fazer uma análise do exercício do jornalismo e de suas práticas. Para tanto, propõe como ponto de partida a realização de entrevistas (Morin, 2000) com jornalistas que iluminem os procedimentos de controle discursivo que internalizaram e que fazem funcionar ininterruptamente no continente de uma espécie de pedagogia do jornalismo. Procedimentos externos, internos e nem totalmente externos nem internos (Foucault, 1996, Dent, 2008) delimitam o dizível: o que é permitido e o que é proibido nas ações dos jornalistas para que possam operar em uma ordem do discurso jornalístico, identificada com o presente que nos cerca e sob a égide de um regime de verdade que faz o jornalismo ser como ele é. Os conceitos de Foucault sobre formação discursiva, práticas, verdade, controle discursivo, entre outros, associadas ao empírico permitem que se possa deslocar o lugar da verdade do discurso acadêmico sobre o jornalismo para o âmbito do saber em que se pode analisar com acuidade a racionalidade das práticas e da formação discursiva jornalística.


Realizações


A entrevista - nas práticas e nos estudos em jornalismo
  • 4º Seminário aberto de Jornalismo
  • Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 5 outros seguidores

    Universidade do Vale do Rio dos Sinos
    Av. Unisinos, 950 - Bairro Cristo Rei
    São Leopoldo - RS - Brasil
    CEP 93.022-000
    Linha direta Unisinos:
    (51) 3591 1122
    Fax: (51) 3590 8305

    Bookmark and Share